Eduardo Pinto

Posted in Entrevistas / Atletas.

www.atletadesofa.comwww.atletadesofa.com

As 5 perguntas do ATLETA DE SOFÁ em entrevista com o Atleta Eduardo Pinto.

1. Pergunta: Consideras-te um atleta de sofá? (minha definição de: “Atleta de sofá “,- individuo cujo desporto favorito é ocupar o sofá durante horas!)


Eduardo Pinto:
- "Desde jovem que pratico este desporto. Quando não era no sofá, era na cadeira em frente ao computador a jogar. Ainda hoje o pratico, muito. Às vezes, infelizmente, leva a melhor sobre a vontade de treinar e depois fico a sentir-me mal. Felizmente, isto acontece poucas vezes. Mas, se há coisa que eu gosto, é de passar tardes e noites frias e chuvosas a praticar este desporto, enquanto vejo um filme e embrulhado na manta quente de sobrevivência. E, claro, praticar este desporto é essencial para que o treino noutros desportos funcione a 100%." 


2. Pergunta: Qual a tua modalidade favorita de atletismo, meio-fundo, fundo, estrada ou corta-mato? E porquê?

Eduardo Pinto:
- "Sempre fui um apaixonado por atletismo. Passava dias a ver os campeonatos nacionais, europeu, mundial, Jogos Olímpicos na RTP2. Mas, curiosamente, nunca me senti tentado a experimentar alguma de forma séria. Anos passados e, em 2010, comecei a correr de forma regular (2-3 vezes por semana) para perder algum do peso que acumulei com um trabalho sedentário. A pouco e pouco fui ganhando mais vontade e a treinar ainda mais regularmente, até começar a participar em provas. Apesar de confesso apaixonado pela estrada, só 4 anos depois fiz a minha primeira maratona. Fui depois disto que experimentei a modalidade que veio substituir todas as outras, como aquele amor avassalador que apaga da memória todas as antigas paixões: o trail running. É esta a modalidade que hoje me move, que me excita, que me cria arrepios na espinha e ‘borboletas no estômago’. Talvez seja pela diversidade do percurso, pelas paisagens com que nos deparamos, pelo facto de ser num ambiente muito – muito – menos poluído, talvez porque ainda só a pratico hà relativamente pouco tempo, mas é este o meu atual amor."


3. Pergunta: Tens alguma dica para deixar sobre o que te passa pela mente quando durante uma prova, o teu corpo parece ficar sem forças, qual a fonte de inspiração / motivação / empurrão para continuares?

Eduardo Pinto:
- " O que nos motiva a continuar, onde vamos buscar inspiração, é sempre algo muito pessoal. O que pode resultar para uns, pode ser o oposto para outros. Assim, posso dizer onde fui buscar as forças quando elas mais falta me faziam. Sempre, mas sempre, foi pensar na minha família. Pensar o quanto eles irão ficar orgulhosos se eu conseguir chegar ao fim. Às vezes, ainda mais orgulhosos que eu. Só eles sabem os esforços e sacrifícios que faço para treinar e para atingir as minhas metas. Nem sempre é fácil, às vezes ficam remetidos para segundo ou terceiro plano, e, ao não desistir, a dar um pouco mais de mim para cruzar a meta, seja a meio da tabela ou em último, mostro-lhes que não foi em vão e que os tenho em consideração."


4. Pergunta: O que dirias aos nossos fans do “Atleta de Sofá” para os motivar a praticar desporto regularmente?

Eduardo Pinto:
- "Foi a praticar desporto regularmente que tive oportunidade de conhecer duas coisas: a mim próprio de forma mais intrínseca e grandes pessoas e amigos. Não temos de praticar desporto sozinhos, até porque, fazê-lo acompanhado é tão melhor, e há tantos grupos de corrida que é uma oportunidade de conhecer novas pessoas. Nunca se sabe quem lá pode estar: se o nosso novo patrão se o futura/o mãe/pai dos nossos filhos. Depois, praticar desporto – neste caso a corrida – permitiu-me conhecer um pouco melhor Portugal, dado ter de me deslocar para participar em provas. E, claro, porque faz bem à nossa saúde e ao nosso humor."


5. Pergunta: Qual o teu futuro objetivo/meta/prova que queiras participar/vencer/terminar?

Eduardo Pinto:
- "À data que escrevo estas respostas, faltam 3 dias para começar o Madeira Island Ultra Trail, uma prova com 115kms e 7000D+ (desnível positivo), que me vai levar de Porto Moniz até Machico, e que é o grande objetivo que tenho para este ano. Depois deste gostaria de participar em outras provas que me permitam ter os pontos necessários para me inscrever no sorteio daquela que é a prova mítica para milhares de atletas de trail: UTMB, Ultra-Trail du Mont-Blanc. Porque já se sabe como é… Começamos com uma corrida de 5kms e quando damos por nós estamos a (ou a querer) participar numa de 170kms!"

 


Luis Chinês:
-"Um grande obrigado em nome de todos os atletas de sofá!
Boa sorte e muita força para os teus objectivos e boa prova MIUT2016
Obrigado pela partilha da tua motivação!


Mini-Entrevista de Sofá

Atletadesofa.com
 


Estrada
10kms: 43’27”
21,096kms: 1h42’
42.190kms: 3h58’
Trilhos
50kms: 8h4

 

Autor do site / blog - AtMontanha!
atmontanha.blogspot.pt

 

www.facebook.com/atmontanha

 


Fotografias gentilmente cedidas por:

| MB Run&Foto Team | FAZtletismo | Prozis Trail Running | Matias Novo | AMMAgazine.pt |

| UnspotdesignBrandingDesportivo | Triatl3ta | Gilles Reboisson |

Web-design & Development HTML5 + CSS3
Copyright © 2014 Xainese.com

Powered by xainese.com
Bookmaker with best odds http://bbetting.co.uk review site.